sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Baladas, bebidas e sexo - Uma rotina utilizada pela maioria dos jovens universitários entrevistados.

   Ir para baladas, ingerir bebidas alcoólicas e praticar sexo, são atividades preferidas de  oito entre dez jovens entrevistados. Segundo dados do IBGE, 71,4% dos adolescentes já experimentaram bebidas alcoólicas.                             
  Gianluca Mendonça, 18 anos, estudante de Ciência Política, conta que a bebida ajuda as pessoas a se relacionarem e a se conhecerem melhor. “Todo mundo gosta de sair e de beber, ninguém fica de fora. O alcool faz com que a gente perca a capacidade de ter raciocínio rápido, perdemos os reflexos e a noção das coisas. A junção desses efeitos acaba resultando no sexo”, brinca.
    “Ficar em casa no final de semana é coisa de casado. Todo solteiro tem a obrigação de sair na sexta e voltar no domingo sem conseguir lembrar de  nada”, ressalta Caio Carvalho, 19 anos, estudante de Engenharia da Computação. “Conhecer meninas é a melhor parte das festas, principalmente quando não há compromisso. A bebida ajuda sempre, quem disser que não, é porque não bebeu o suficiente”, diz.                
    Ao contrário da maioria dos jovens entrevistados, Jamile Rodrigues, 18 anos, estudante de Jornalismo, conta que não ingere bebidas alcoólicas e não frequenta baladas. “A bebida pra mim tem um gosto horrível, eu não acho nem um pouco interessante quem se diz descolado porque `enche a cara´ numa noite e esquece de tudo. Eu adoro sair, gosto de ir ao cinema, livrarias e museus. Sou meio '' avô '' mesmo (risos), explica.                           
   Samuel Lima, 26 anos, estudante de Engenharia Civil, diz que seus pais influenciaram bastante em seus valores. “Sou evangélico e fui criado dentro da igreja, meus pais sempre me disseram que não conhecendo a garota completamente, o casamento é mais especial, entende? Não bebo para não prejudicar minha saúde. Frequentava muitos shows evangélicos, mas hoje estou mais tranquilo”, explica.
  De acordo com dados da Associação Brasileira de Estudos sobre o Álcool e Outras Drogas (Abead) o cérebro de um indivíduo de até 21 anos ainda não está totalmente formado. Ingerir bebida alcoólica antes dessa idade é extremamente perigoso.

25 comentários:

Filipe Dias disse...

Gostei da matéria Jéssica, muito boa a ideia. Acho mesmo que tudo é válido, o problema é passar dos limites né?

André Narciso disse...

Não acho isso válido! Todos nós sabemos que alcool não nos traz nada de bom,e as pessoas continuam usando.Isso é fruto da falta de informação.Infelizmente os jovens de hoje,pensam em sexo antes da hora,por isso estamos ai nos nosso 7 Bilhões.Não demoraremos muito para o oitavo,e nem muito para o nosso colapso...

Camila . disse...

Isso até rola, mas nem todos os jovens universitários curtem ou são a favor disso.

http://www.papel40kg.com/

dacyele disse...

amei o post parabéns seguindooo me siga tbm bjokass
http://www.dicasdadacy.blogspot.com/

Lucas Adonai disse...

Pra mim quem entra nesse "ciclo", não tem cabeça formada.

Bafonique disse...

"a bebida ajuda as pessoas a se relacionarem e a se conhecerem melhor"

Sim, é verdade. A gente se solta mais, brinca mais, conversa mais, dança mais...

bom texto, não sabia ainda da falta de formação da cabeça antes dos 21 anos.

isso as propagandas de bebidas não falam né?
adorei o texto!
=]

Bruno disse...

Não bebo até cair ou vomitar, mas quando saio com os amigos e até com minha namorada gosto de beber e curtir o clima e o lugar com os amigos. Não vejo problema nisso. É um hábito tão antigo. Não beber não significa cuidar da saúde. É muito mais que isso. Mas respeito quem não bebe, contanto que não condene quem o faz. Tem gente que não bebe para se manter saudável, mas leva uma vida tão morna que enjoa.

http://www.costabbade.blogspot.com/

Lucas Adonai disse...

Ainda bem que eu não bebo.

dedindeproza disse...

Beber é legal, mas com moderação, nada de vexame!
Ver adolescentes na bebedeira é horrivel.

Saulo Thiago disse...

Não sou nem tão conservador e nem liberal demais, faço minhas "loucuras" uma vez ou outra mas nunca precisei de alcool ou qualquer tipo de droga para me divertir e me relacionar.

Seu blog é muito massa! Parabéns!!!
verdadesquemeconvem.blogspot.com

Jaamile ' disse...

kkkkkk, ''sou meio avô mesmo'' JÉSSICA NÃO ERA PRA UTILIZAR ESSA MINHA FRASE
kkkkkkkkk, mas não bebo mesmo e me relaciono muuuito bem com as pessoas :)

Hélvio Caldeira disse...

Bom texto!

Jefferson Reis disse...

Sou adepto do Fora, caracterizado pelo Foucault como momentos em que nos desligamos dos símbolos, signos e regras ditados pela lógica considerada normal. De vez em quando todo mundo precisa ter sua própria lógica.

João Batista de Lacerda disse...

Alguém promove as baladas só pensando no dinheiro, e os jovens entram nessa furada.

Paloma Piragibe - PP; doisP; doisps disse...

QUE BOM TER MAIS UMA COLEGA, PELO TEXTO ESTÁ NO CAMINHO CERTO, MATÉRIA REDONDINHA (SIM, ISSO É UM BORDÃO JORNALÍSTICO)

SUCESSO PRA VOCÊ! E FAÇA DIFERENÇA NESSA NOSSA PROFISSÃO TÃO LINDA. TE ESPERO LÁ:
www.doisps.blogspot.com

Meninas & Mulheres disse...

na minha opiniao a maioria dos jovens e nao so universitarios vivem assim , mais acredito que seja uma fase na vida cada um , geralmente essas coisas passam logo!
estou te seguindo jessica , me seg tb ?

http://meeninasmulheres.blogspot.com/2011/10/pintinho-e-pintinha.html

Karina Alme Legnani disse...

Triste realidade. Porém acredito que a maioria desses jovens ja iniciam essa rotina antes mesmo de entrarem nas universidades; e ao entrarem isso so fica mais evidenciado.



http://odespertardumsonho.blogspot.com/

Patrícia... disse...

Matéria interessante, parabéns pelo blog florzinha!

Beijos!

http://amulheretal.blogspot.com/

Luana Neiva disse...

Muito interessante seu post, gostei bastante.
Aliás, é apenas a realidade. Não podemos contra isso.
Já estou te seguindo. Te convido a visitar o meu blog também, e, acredite: você não vai se arrepender!
Sucesso com o blog, linda!
Beijão =*

Larissa Matos disse...

Não bebo, igual a menina do texto eu também não gosto do gosto de bebida, e normalmente meus amigos só bebem para ficar mais alegre.
seguindo :D
http://seriesbooksmovies.blogspot.com/

ismaelcampos2000 disse...

ola tudo bem? eu gostei do seu blogger. Visite o meu blog coisa legal, tem emoticons, texto de amor, frases, texto colorido para orkut, ascii de desenhos, template blog, curso árabe grátis, curso de coreano, nome japonês, etc...

http://legal2345.blogspot.com

Diogo disse...

Muito triste essa história. Muitos se acham taão inteligentes, mas agem contrariamente. São apenas jovens que no futuro, irão se arrepender de tudo o que fizeram.

Diogopensamentos.blogspot.com

Mary disse...

Adorei o post, essa é a nossa realidade. PORÉM, sou adolescente, tenho 17 anos, vou muito pouco a baladas e festas, muito puco mesmo, quase nunca, e não bebo. Haa, e obg pelo comentário no meu blog, querendo, pode passar, fique á vontade. Bjos mariibrigadeiro.blogspot.com

Seguindo.

Mary disse...

HAAA, só lembrando, eu não sou contra baladas, acho que ela são feitas para a diversão, para a dança, e até para namoro,o que é muito legal na vida de um adolescente, mas não para bebidas, não é preciso ingerir bebidas para se divertir.

Mary disse...

E mais uma coisa, comenta esse texto meu, se for possivel. Bjos http://mariibrigadeiro.blogspot.com/2011/11/filho-reflexo-dos-pais.html

Postar um comentário